domingo, 19 de junho de 2016

RELATÓRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANOS INICIAIS

O professor tem que ter a consciência que o ensino fundamental é base da educação, os anos iniciais bem estruturados possibilitam ao educando chegar ao nível superior sem muitas dificuldades, pois é desde cedo que o aluno deve aprender a pesquisar, raciocinar, tirar suas próprias conclusões, desenvolvendo o senso crítico, saindo do decoreba, pois só assim o aprendizado poderá ser considerado eficaz.
O espaço escolar é constituído por uma secretaria, sala de professores, seis salas de aula, uma biblioteca com sala de informática, uma sala de recursos, um refeitório, uma cozinha e banheiros, possuindo também televisor, data show para apresentação de slides, notebook, aparelho de som com Cd, DVD, além de diversos materiais didáticos
O pátio da escola é pequeno, possui uma pracinha em bom estado de conservação e uma quadra de esportes, mas esta fica separada da escola por uma cerca de tela, pois é aberta à comunidade. A turma observada é um quarto ano, com quinze alunos, constituídos por idades variadas, duas crianças com onze anos, duas com doze e uma com dezesseis anos, que possui deficiência auditiva total, o restante varia entre nove e dez anos, de classe média baixa, de variadas etnias e credos.
Segundo o Projeto Político Pedagógico, a escola Profª Izolina Passos tem como meta contribuir na formação de indivíduos responsáveis, conscientes de seus direitos e deveres na busca de sua autonomia, adquirindo capacidade para reconhecer-se sujeito de sua própria história e esta como parte da sociedade, podendo desta forma nela atuar no sentido de transformá-la, na busca de uma sociedade mais justa e igualitária para todos.
O tema “Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população” partiu do questionamento de como o aprendizado dos pontos turísticos e o modo de vida da população podem contribuir para o processo de ensino aprendizagem nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental.
Durante as observações realizadas nesta turma, notou-se uma necessidade de levar os alunos a conhecerem os pontos turísticos urbanos, sua localização, como sua população vive, fazendo com que o aluno, através da observação de sua comunidade e de seu município, construa conhecimentos e saberes significativos, fazendo-os a perceber conceitos, ações e reflexões que intervém direta e ativamente na sua realidade, aprendendo a valorizar, cuidar, preservar e ter orgulho de suas raízes.
 As bases metodológicas do Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental foram os projetos educacionais, pois se caracterizam pelo envolvimento do aluno em investigações, problemáticas, fazendo com que o aluno construa suas próprias aprendizagens, sendo o professor apenas um mediador do conhecimento. As propostas pedagógicas atuais mostram que educar vai além de apenas ensinar e ler e a escrever, é preparar o sujeito para atuar em uma sociedade em constante transformação.
Segundo Machado (2004) ao se trabalhar com projetos, é possível desenvolver competências, propor tarefas complexas e desafios que estimulem os alunos a mobilizar seus conhecimentos e completá-los. A experiência com projetos nas escolas tem se mostrado eficiente no desenvolvimento das inteligências múltiplas, no trabalho com os conteúdos atitudinais e procedimentais, além de permitir que o conhecimento passe a ser tratado como uma “rede de significados” que, contrapondo o olhar cartesiano, possuindo múltiplos ou nenhum centro, o que depende do interesse dos professores e alunos sobre o tema em estudo.
Vários recursos foram utilizados durante as práticas pedagógicas, dando ênfase aos materiais recicláveis, como: papelão, revistas, rolinhos de papel higiênico, garrafas pet, tampinhas de garrafas, jornais, variadas embalagens plásticas, para demonstrar aos alunos que aquele material que seria descartado, indo parar no lixo, pode ser transformado através da Arte em algo bonito. Além dos materiais recicláveis, foi utilizada também tinta guache, pincéis, cola branca, folhas de papel, papel colorido, data show, lápis coloridos, quadro negro e giz.


2. O ESTÁGIO SUPERVISIONAOD NOS ANOS INICIAIS

Durante o Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental teve-se um cuidado em elaborar atividades onde o lúdico estivesse presente. Desta forma procurou-se propiciar situações pedagógicas onde os alunos se sentissem estimulados a experimentar novos desafios, além de promover uma convivência social e harmoniosa e o desenvolvimento das habilidades cognitivas, afetivas e motoras.
Freire (1996, p.15) diz que "formar é muito mais do que puramente treinar o educando no desempenho de destrezas”, enfatizando a necessidade de respeito ao conhecimento que o aluno traz para a escola, visto ser ele um sujeito social e histórico, pois a prática pedagógica deve respeitar a autonomia de ser e saber do educando.
Procurou-se ensinar às crianças não apenas conteúdos pragmáticos, mas também conhecimento de valores, como: respeito a si mesmo a ao próximo, ética e cidadania, abordando assuntos como respeito às diferenças, a família e o trabalho em equipe.
Para Piaget (1987), a educação deve possibilitar à criança um desenvolvimento amplo e dinâmico desde o período sensório-motor até o operatório abstrato. A escola deve partir da assimilação da criança, propondo atividades desafiadoras que provoquem desequilíbrios e reequilíbrios, promovendo a descoberta e a construção do conhecimento, sendo que o aprendizado acontece através de suas próprias ações sobre os objetos do mundo, construindo as suas próprias categorias de pensamentos e ao mesmo tempo em que organiza seu mundo, o sujeito aprende a fazer fazendo e não sendo apenas um mero espectador.
A realização do Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental proporcionou-me entrar em contato com a realidade escolar, pois não trabalho em sala de aula, fazendo uma relação entre teoria e prática. Utilizando recursos muito simples eu e as crianças criamos coisas maravilhosas, valorizando assim a capacidade criativa de cada um.
É um momento que consiste na oportunidade do futuro educador fazer uma análise crítica das práticas pedagógicas existentes, se estão ou não de acordo com suas expectativas, se concorda com o que está se vivenciando. O estagiário não esta lá apenas para cumprir mais uma disciplina e sim para somar, mudar uma realidade, muitas vezes, estagnadas e ultrapassadas por conta da rotina, não querendo chegar mudando tudo, mas mostrar variadas possibilidades de crescimento.
Conforme o desenvolvimento do planejamento, percebi que estava no caminho certo, pois notava que as crianças cada vez mais se envolviam e interagiam de forma positiva e satisfatória com as atividades propostas, atingindo assim os objetivos, trabalhei com variados tipos de jogos, pois através do lúdico os alunos assimilam melhor os conhecimentos, tornando assim as aulas mais interessantes e significativas.
 No início do Estágio Supervisionado fiquei um pouco apreensiva, mas logo me senti mais confiante e meu intuito era propiciar ao educando condições para que se torne o sujeito de sua própria aprendizagem a partir de descobertas realizadas de forma lúdica (brincando), desenvolvendo seu senso critico, modificando seu comportamento com responsabilidade, respeito e cooperação, tornado-se assim um cidadão que contribua para a construção de uma sociedade mais justa e com igualdade social para todos.
O papel do professor-estagiário na turma do quarto ano foi de suma importância, sendo que foi levada para sala de aula, uma forma diferenciada de trabalho, pois o período em que se está no Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, elaboram-se atividades a partir de uma temática geral e sub-temas semanais e estes estão interligados entre si, tendo uma sequência as atividades propostas.
 Percebendo-se que as crianças ficavam um pouco entediadas e se dispersavam com muita facilidade, procurou-se dar ênfase ao lúdico e aos jogos, pois se percebeu que as atividades eram basicamente de copiar as tarefas do quadro.
As interações com a professora regente e a escola foram boas. Fui acolhida de maneira cordial pelas colegas de trabalho e pude notar que ali todos procuravam trabalhar em equipe, em prol de um bem maior: proporcionar um desenvolvimento adequado para os alunos que frequentam aquele espaço escolar.  Toda vez que necessitei de auxílio, prontamente me deram apoio.
Em comparação com o Estágio Supervisionado na Educação Infantil, posso dizer que foi de como a escola acolheu minhas práticas pedagógicas, pois nos Anos Iniciais, a equipe diretiva me questionou quanto aos planejamentos, pois perceberam que a turma estava mais “agitada” e que normalmente eles não eram assim.
Expliquei que era um comportamento natural e esperado, pois eles saíram da rotina, estavam com outra professora e com uma proposta pedagógica totalmente diferente do que vinham trabalhando, diferente da Educação Infantil, que acharam bastante interessantes e criativas as atividades.
As orientações dadas durante as práticas do Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, em relação à elaboração dos planejamentos, foram cruciais para a realização de aulas dinâmicas e atraentes para as crianças, proporcionando alcançar os objetivos propostos de maneira satisfatória.
Também é de suma importância para um bom planejamento, os registros realizados no livro diário, pois a partir das anotações, o professor-estagiário pode acompanhar o andamento de suas aulas, promovendo assim uma análise crítica acerca de suas práticas pedagógicas, considerando se as atividades propostas estão atendendo ou não às necessidades dos alunos.


3. CONCLUSÃO

O período em que estive em Estágio Supervisionado foi muito rico e produtivo, como não atuo em sala de aula, foi possível conhecer a rotina de uma escola de Ensino Fundamental com suas alegrias, dificuldades, anseios, expectativas, entre outras.
Não tinha noção do que era ser professora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, as únicas experiências docentes foram durante as observações realizadas, não compreendia direito alguns comportamentos, que só a vivência na prática proporciona, pois muitas vezes tachamos uma criança de “mal comportada”, mas na verdade ela está pedindo socorro, que algo não está bem em sua vida e o educador tem que ter este olhar sensível para esta situação.
Portanto concluo que as práticas pedagógicas possibilitaram-me vivenciar a realidade escolar, tornando assim o processo de ensino aprendizagem mais concreto, significativo e eficaz, auxiliando-me na construção de conhecimentos, contribuindo fortemente para minha formação pessoal e profissional.

4. REFERÊNCIAS

BRASIL, Ministério da Educação e Desportos. Secretária da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997.


CORIA-SABINI, Maria Aparecida. Psicologia Aplicada à educação, São Paulo: EPU, 1986.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo. 1996.

HERNÁNDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.


MACHADO, Nilson José. Educação: projetos e valores. 5. Ed. São Paulo: Escrituras, 2004.


PIAGET, Jean. O Nascimento da Inteligência na Criança. 4° Ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987.


VYGOTSKY, Lev. S. A Formação Social da Mente: O Desenvolvimento dos Processos Psicológicos Superiores. 3° ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.



5. APÊNDICES

5.1. Apêndice A- Registros Reflexivos

PRIMEIRA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Nesta primeira semana de Estágio Supervisionado foi trabalhado o sub-tema “Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população”, possibilitando ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
 Meu foco foi trabalhar com projetos interdisciplinares, conseguindo trabalhar duas ou mais disciplinas, tornando assim as aprendizagens mais significativas, para Hernández (1998), na prática do trabalho com projetos, os alunos adquirem a habilidade de resolver problemas, articular saberes adquiridos, agir com autonomia diante de diferentes situações que são propostas, desenvolvendo a criatividade e aprendendo o valor da colaboração.
As atividades foram desenvolvidas com o propósito de promover atividades que possibilitem o aluno expressar-se através de diferentes linguagens (verbal, corporal, matemática, gráfica, enfim), contribuindo assim no aprimoramento da escrita e da fala, na capacidade em comunicar-se e de expressar-se;
Foi observado nesta semana que as crianças desenvolveram as atividades de maneira satisfatória, alcançando os objetivos propostos, como dificuldade foi a adaptação à turma, visto que estávamos na primeira semana, e como esperado, ficaram bastante agitados, em alguns momentos não participavam das atividades de maneira adequada, mas aos poucos e com paciência, foram se integrando ao grupo.

SEGUNDA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Na segunda semana de Estágio Supervisionado nos anos Iniciais do Ensino Fundamental, foi trabalhado o sub-tema “Conhecendo os pontos turísticos de minha cidade e sua história”, oportunizando aos alunos reconhecerem através de mapas a localização do município dentro do contexto nacional e estadual, localizando seu bairro dentro do município e situando sua casa dentro de seu bairro, incentivando assim a interação, a socialização a e criatividade dos alunos.
Segundo Freire (1996) o professor não deve transferir o seu conhecimento tendo como ideia que seja único e verdadeiro, julgando incontestável, mas sim ajudar o educando a desenvolver o seu próprio pensamento, através da construção do conhecimento, sendo o professor apenas o mediador, pois ele também aprende com o educando.
Nesta semana de Estágio Supervisionado, as atividades foram realizadas com êxito, é contagiante a curiosidade das crianças, sentia-me cada vez mais motivada, toda vez que chegava com algo novo e diferente, as crianças vinham para a volta querendo saber o que é, percebendo que estavam gostando das atividades propostas, participando ativamente.
Percebi que os alunos tiveram dificuldades em localizarem suas casas no mapa do bairro e também ficaram entusiasmados com o data show, que era a primeira vez que eles tinham visto na sala de aula, como recurso pedagógico. As aulas ficam mais “leves”, pois só copiar do quadro e fazer “responde”, não se constroem aprendizagens, ao contrário, tornam-se aulas maçantes e desestimuladoras, afastando cada vez mais o aluno da escola.
Em reflexão acerca das práticas pedagógicas desenvolvidas no período de Estágio Supervisionado, notei que minha confiança aumentava cada vez mais, me sentindo mais segura na elaboração e realização das atividades, pois a convivência permitiu nos conhecermos melhor.

TERCEIRA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Na terceira semana de Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do ensino Fundamental foi trabalhado o sub-tema “Como é o modo de vida em relação à alimentação e hábitos saudáveis da população de meu município”, proporcionando ao educando a construção de aprendizagens a partir de atividades onde o modo alimentar da população esteja inserido.
Já é de natureza da criança que ela brinque, para isso não é preciso fixar regras, nem mandar-lhes brincar. O brincar é algo muito importante para a criança. Brincar traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento cognitivo e afetivo, além de aprimorar suas habilidades motoras.
Segundo Vygotsky (1989) o lúdico só pode ser considerado educativo quando desperta o interesse do  aluno  pela  disciplina,  portanto  os  professores precisam aproveitar  o  mesmo  como  facilitador  da  aprendizagem.  Os jogos e brincadeiras despertam nas crianças o gosto pela vida.
Posso considerar que a semana foi de bastantes construções de conhecimentos e aprendizagens para os alunos, procurei trazer aulas dinâmicas, onde os alunos pudessem construir suas aprendizagens e não apenas ficarem copiando durante toda a tarde. É muito satisfatório quando desenvolvemos atividades onde foram proporcionadas interações com os colegas e a professora, sendo gratificante trabalhar com as crianças nosso modo de vida.

QUARTA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Na quarta semana de Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do ensino Fundamental foi trabalhado o sub-tema “Conhecendo e aprendendo a preservar os pontos turísticos naturais, históricos e culturais de meu município”, pois a nossa cidade é considerada turística por suas belezas naturais e por sua história, os alunos além de conhecerem os pontos turísticos históricos e culturais, aprenderam sobre a importância de preservar o meio em que vivemos.
Quando se trabalha o jogo na educação, abre-se um espaço para que a criança expresse seus sentimentos, oferecendo a  ela  a  oportunidade  para   desenvolver  a afetividade, para a assimilação de novos conhecimentos. A partir do lúdico criam-se espaços para a ação simbólica e a linguagem podendo ser trabalhado com limites e regras entre a imaginação e o real.
O jogo é um ótimo recurso pedagógico na sala de aula porque proporciona a relação entre parceiros e grupos o que é um fator de avanços cognitivos, pois durante os jogos a criança estabelece decisões, conflitua-se com seus adversários e reexaminam seus conceitos, para Coria-Sabini (1986, p.03) “a aprendizagem em sua forma mais simples se é estabelecida de uma conexão entre estímulo e uma resposta.”
As atividades desenvolvidas no decorrer da semana permitiram às crianças estabelecerem e ampliarem as relações sociais, desenvolvendo a capacidade de atenção e concentração, aprimorando a linguagem oral, e a criatividade.

QUINTA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Na quinta e última semana de Estágio Supervisionado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, foi trabalhado o sub-tema “Relembrando e retomando os conhecimentos construídos sobre meu município e o modo de vida da sua população, como o estágio está chegando ao final, recapitulamos os conteúdos estudados, para avaliar as aprendizagens adquiridas e as dificuldades existentes.
Em sua obra Piaget (1987) conclui que o trabalho de educar não se restringe quanto à transmissão de conteúdos e sim favorecer a atividade mental do educando, com base nesses pressupostos a educação deve possibilitar à criança um desenvolvimento completo, sendo que os objetivos pedagógicos necessitam estar centrados nos alunos e para os alunos.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais caracterizam-se como referência de qualidade para a educação no Ensino Fundamental, orientando os professores sobre a aplicação dos conteúdos. Segundo o PCN (1997), é muito importante a participação construtiva do aluno e, ao mesmo tempo, da intervenção do professor para a aprendizagem de conteúdos específicos que favoreçam o desenvolvimento das capacidades necessárias à formação do indivíduo.
No decorrer das cinco semanas de Estágio Supervisionado na Educação Infantil, percebi que os alunos ultrapassaram minhas expectativas, pois as atividades onde a temática do estágio estava presentes proporcionaram a criticidade, estimulando o desenvolvimento da criança e interagindo de forma lúdica e espontânea em seu cotidiano, considerando assim que as atividades propostas foram realizadas com êxito, alcançando os objetivos propostos.
Nós, educadores precisamos cultivar e manter esse processo ativo e estimular a criatividade, a observação e o senso crítico para que as crianças possam ter um olhar amplo e uma visão complexa do mundo que as rodeia.


RELATÓRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO INFANTIL

O espaço escolar é constituído por uma secretaria, sala de professores, sala de espera, banheiros, quatro salas de aulas com banheiro: maternal I e II e berçário I e II, comportando em média dezesseis alunos em cada sala.  Uma cozinha, um lactário, uma lavanderia, um pátio amplo com pracinha e caixa de areia. O espaço físico é amplo e arejado, próprio para uma escola, cada sala possui seu banheiro, existe uma variedade de brinquedos e materiais pedagógicos.
O pátio é grande, com casinhas, cercadinhos, árvores, uma caixa de areia, como o pátio é cercado por tela, as crianças enxergam a rua e vice-versa, possui também um gramadinho. Um ponto negativo que observei foi em relação aos brinquedos da pracinha, pois quando fiz a primeira observação em 2010, estes não estavam tão deteriorados como desta vez, onde algumas mesinhas e bancos apodreceram e foi posto no lixo, pois todos os brinquedos são de madeira, eram seis balanços, agora só tem dois, um dos escorregadores esta podre, os cercadinhos estão caindo, etc.
A grande maioria dos alunos é de classe média baixa, composta por variadas etnias e credos, a professora possui domínio de classe, sem ser agressiva, pelo contrário, mostra-se muito carinhosa e atenciosa com as crianças.
A escola possui um Projeto Político Pedagógico e é feito com a participação da comunidade escolar. Tem a função de planejar o que se quer atingir, sempre de acordo com a realidade e de avaliar o que está realmente acontecendo.
Para o PPP da Escola Municipal de Educação Infantil Tia Margarida, entende-se por educação na infância a promoção do desenvolvimento e atendimento às crianças de quatro meses a quatro anos e seis meses, proporcionando condições adequadas ao desenvolvimento físico, cognitivo e social de modo que possa desenvolver a construção da autonomia infantil e suas potencialidades, fazendo com que criança vivencie situações desafiadoras, construindo seus conhecimentos, possibilitando as crianças intervirem na sociedade como um ser social, ativo, consciente, responsável e crítico, além de promover uma educação de qualidade.
O tema “Através das Artes vamos criando e recriando o mundo” foi escolhido após conversas realizadas com a professora regente do Maternal II e das observações feitas durante os cinco dias, visto que as crianças assimilam melhor os conteúdos propostos, quando desenvolvidos através de atividades onde as Artes se encontram presente, como desenhar, ouvir histórias, confecção de materiais, etc.
Diversos recursos foram utilizados durante as práticas pedagógicas, dando ênfase aos materiais recicláveis, como: papelão, revistas, rolinhos de papel higiênico, garrafas pet, tampinhas de garrafas, jornais, variadas embalagens plásticas, para demonstrar aos alunos que aquele material que seria descartado, indo parar no lixo, pode ser transformado através da Arte em algo bonito. Além dos materiais recicláveis, foi utilizada também tinta guache, cola branca, purpurina, papel colorido, massa de modelar, folhas de árvore, erva mate, livros de histórias e notebook.

2. A ARTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A criança, segundo Vygostsky (1987), para se desenvolver plenamente as suas capacidades e habilidades, devem ser estimuladas adequadamente desde o nascimento, pois para ele, a aprendizagem da criança antecede a entrada na escola e o aprendizado escolar produz algo novo no desenvolvimento infantil, evidenciando as relações interpessoais.
Através das Artes as crianças desenvolvem melhor suas capacidades e habilidades, pois propicia o desenvolvimento do pensamento artístico e por meio das Artes o aluno amplia a sensibilidade, a percepção, a reflexão e a imaginação, valorizando a sua cultura e conhecendo outras, além de se trabalhar regras e limites, auxiliando no processo de socialização dos alunos.
Segundo Coleto (2010) a arte é importante na vida da criança, pois é ela que ajudará no desenvolvimento da expressão e da criatividade do indivíduo, tornando – o mais sensível e fazendo com que ele veja o mundo com outros olhos. Coleto também afirma que é por meio do trabalho com a arte que a criatividade da criança é trabalhada e desenvolvida. Dessa forma, o trabalho das artes na educação infantil, irá propiciar as crianças um momento em que elas poderão se expressar de forma livre e verdadeira, fazendo algo que lhes propicia prazer.
Nesse sentido, durante a realização do Estágio Supervisionado em Educação Infantil, foi desenvolvido um trabalho onde o lúdico esteve inserido, através de atividades em que as Artes estavam presentes, sendo ministrados de forma dinâmica, com atividades em grupo e individuais.
Durante o Estágio Supervisionado na Educação Infantil teve-se um cuidado em elaborar atividades onde o lúdico estivesse presente, através da música, do desenho, das dramatizações, das histórias contadas, das atividades de recorte e colagem, entre outras. Desta forma procurou-se propiciar situações pedagógicas onde os alunos se sentissem estimulados a experimentar novos desafios, além de promover uma convivência social e harmoniosa e o desenvolvimento das habilidades cognitivas, afetivas e motoras.
Para Piaget (1987), a educação deve possibilitar à criança um desenvolvimento amplo e dinâmico desde o período sensório-motor até o operatório abstrato. A escola deve partir da assimilação da criança, propondo atividades desafiadoras que provoquem desequilíbrios e reequilíbrios, promovendo a descoberta e a construção do conhecimento, sendo que o aprendizado acontece através de suas próprias ações sobre os objetos do mundo, construindo as suas próprias categorias de pensamentos e ao mesmo tempo em que organiza seu mundo, o sujeito aprende a fazer fazendo e não sendo apenas um mero espectador.
A realização do Estágio Supervisionado na Educação Infantil proporcionou-me entrar em contato com a realidade escolar, pois não trabalho em sala de aula, fazendo uma relação entre teoria e prática. Utilizando recursos muito simples eu e as crianças criamos coisas maravilhosas, valorizando assim a capacidade criativa de cada um.
Conforme o desenvolvimento do planejamento, percebi que estava no caminho certo, pois notava que as crianças cada vez mais se envolviam e interagiam de forma positiva e satisfatória com as atividades propostas, atingindo assim os objetivos.
 No início do Estágio fiquei um pouco apreensiva, mas logo me senti mais confiante e meu intuito era propiciar ao educando condições para que se torne o sujeito de sua própria aprendizagem a partir de descobertas realizadas de forma lúdica (brincando), desenvolvendo seu senso critico,modificando seu comportamento com responsabilidade, respeito e cooperação, tornado-se assim um cidadão que contribua para a construção de uma sociedade mais justa e com igualdade social para todos.
O papel do professor-estagiário na turma do Maternal II foi de suma importância, sendo que foi levada para sala de aula, uma forma diferenciada de trabalho, pois o período em que se está no Estágio Supervisionado na Educação Infantil, elaboram-se atividades a partir de uma temática geral e sub-temas semanais e estes estão interligados entre si, tendo uma sequência as atividades propostas, não ficando “soltas”, como foi notado durante as observações.
As interações com a professora regente e a escola foram excelentes. Fui acolhida de maneira carinhosa pelas colegas de trabalho e pude notar que ali todos procuravam trabalhar em equipe, em prol de um bem maior: proporcionar um desenvolvimento adequado para os alunos que frequentam aquele espaço escolar.  Senti-me valorizada e apoiada em todos os momentos.
As orientações dadas durante as práticas do Estágio Supervisionado na Educação Infantil, em relação à elaboração dos planejamentos, foram cruciais para a realização de aulas dinâmicas e atraentes para as crianças, proporcionando alcançar os objetivos propostos de maneira satisfatória,
Também é de suma importância para um bom planejamento, os registros realizados no livro diário, pois a partir das anotações, o professor-estagiário pode acompanhar o andamento de suas aulas, promovendo assim uma análise crítica acerca de suas práticas pedagógicas, considerando se as atividades propostas estão atendendo ou não às necessidades dos alunos.

3. CONCLUSÃO

Com a utilização da Arte no cotidiano escolar, o aluno poderá aprender de forma lúdica, tornando o ambiente escolar mais agradável, sendo que o educando terá a possibilidade de contribuir afetiva e cognitivamente para o desenvolvimento da expressão da criança. A criança, através da arte, representa seus desejos, expressa seus sentimentos e coloca em evidência sua personalidade.
O período em que estive em Estágio Supervisionado foi muito rico e produtivo, como não atuo em sala de aula, foi possível conhecer a rotina de uma escola de Educação Infantil com suas alegrias, dificuldades, anseios, expectativas, entre outras.
Não tinha noção do que era ser professor de Educação Infantil, as únicas experiências docentes foram durante as observações realizadas, não compreendia direito alguns comportamentos, que só a vivência na prática proporciona, pois muitas vezes tachamos uma criança de “mal comportada”, mas na verdade ela está pedindo socorro, que algo não está bem em sua vida e o educador infantil tem que ter este olhar sensível para esta situação.
O que mais gostei de atuar como professora, foi a inocência das crianças, é uma etapa da educação que podemos chamar de “doce”, foi muito prazeroso e gratificante este período em que fiquei em Estágio Supervisionado, sensações que sempre levarei comigo
Portanto concluo que as práticas pedagógicas possibilitaram-me vivenciar a realidade escolar, tornando assim o processo de ensino aprendizagem mais concreto, significativo e eficaz, auxiliando-me na construção de conhecimentos, contribuindo fortemente para minha formação pessoal e profissional.

4. REFERÊNCIAS

BRASIL, Ministério da Educação e Desportos. Secretária da Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil: Conhecimento de Mundo. Brasília: MEC/SEF, 1998.


PIAGET, Jean. O Nascimento da Inteligência na Criança. 4° Ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987.


REVERBEL, Olga. Um Caminho do Teatro na Escola. São Paulo: Scipione, 1997.


VYGOTSKY, Lev. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1987.


VYGOTSKY, Lev. S. A Formação Social da Mente: O Desenvolvimento dos Processos Psicológicos Superiores. 3° ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.


5. APÊNDICES

5.1. Apêndice A- Registros Reflexivos

PRIMEIRA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Nesta primeira semana de Estágio Supervisionado foi trabalhado o sub-tema “Através das Artes vou aprender sobre meu país e suas belezas naturais”, em comemoração a “Semana da Pátria”, representando uma importante fonte de estímulos ao civismo, proporcionado através de atividades lúdicas, a oportunidade de reconhecer as cores e formas geométricas, desenvolver a oralidade através da história contada, identificar a Bandeira como símbolo da Pátria, estimular a criatividades e a imaginação através de atividades de faz-de-conta, desenvolver a coordenação motora ampla e fina.
Para Piaget (1989) o comportamento dos seres vivos não é inato, nem resultado de condicionamentos. Para ele o comportamento é construído numa interação entre o meio e o indivíduo. Em concordância com o autor, foram elaboradas atividades onde as crianças construíam seus conhecimentos e, não apenas meros espectadores.
Foi observado nesta semana que as crianças desenvolveram as atividades de maneira satisfatória, alcançando os objetivos propostos, como dificuldade foi a adaptação à turma, visto que estávamos na primeira semana, e como esperado, ficaram bastante agitados, em alguns momentos não queriam participar das atividades, mas aos poucos  e com paciência, foram se integrando ao grupo.

SEGUNDA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Na segunda semana de Estágio Supervisionado na Educação Infantil, foi trabalhado o sub-tema “A Arte possibilita conhecer e preservar o meio em que vivo”, pois através da expressão artística, é possível proporcionar situações de aprendizagem que favoreçam a interação do aluno com a realidade cotidiana, considerando que é imprescindível que a criança construa conhecimentos sobre a importância de conhecer e preservar o meio em que vivemos.

O significado da arte é diferente para adultos e crianças. Para a criança, a arte é principalmente um meio de expressão. A criança é um ser extremamente dinâmico: à medida que se desenvolve e modifica sua forma de encarar o mundo, sua expressão também modifica. (REVERBEL, 1997, p.21)

Foram desenvolvidas atividades lúdicas, onde as Artes estavam presentes, visando explorar o meio ambiente e a preservação da natureza. O planejamento semanal foi elaborado no sentido de explorar o meio em que vivemos, desenvolvendo a percepção visual, auditiva e motora, com atividades envolvendo dramatização, música e movimentos corporais, estimulando a criatividade e a imaginação, imprescindíveis na Educação Infantil, proporcionando novas vivências e construções de conhecimentos.
Nesta semana de Estágio Supervisionado, as atividades foram realizadas com êxito, é contagiante a curiosidade das crianças, sentia-me cada vez mais motivada, toda vez que chegava com algo novo e diferente, as crianças vinham para a volta querendo saber o que é, percebendo que estavam gostando das atividades propostas, participando ativamente.
Em reflexão acerca das práticas pedagógicas desenvolvidas no período de Estágio Supervisionado, notei que minha confiança aumentava cada vez mais me sentindo mais segura na elaboração e realização das atividades, pois a convivência permitiu  nos conhecermos melhor.

TERCEIRA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Na terceira semana de Estágio Supervisionado na Educação Infantil foi trabalhado o sub-tema “Com a Arte vou aprendendo sobre meu Rio Grande”, a Semana Farroupilha representa uma data muito importante para os gaúchos, pois ressalta a tradição gaúcha, valorizando seu povo, seus hábitos e seus costumes.
Segundo Vygostsky (1987) é relevante o papel da brincadeira na constituição do pensamento infantil. É brincando, jogando, que a criança revela seu estado cognitivo, visual, tátil, auditivo, motor, seu modo de aprender e entrar em uma relação cognitiva com o mundo de eventos, pessoas, coisas e símbolos.
Neste nível da educação, as crianças têm seus primeiros contatos com a linguagem artística, como o desenho, pintura, esculturas com massa de modelar, brincadeiras de faz-de-conta, dramatizações, entre outras, retratando seu cotidiano com seus significados, onde o lúdico e o jogo estão presentes, contribuindo assim para a construção de conhecimentos.
Para Reverbel (1997) toda a Arte é expressão, seja ela qual for, pois se trata de expressar de modo concreto a criatividade que existe em todo ser humano, permitindo comunicar-se articulando a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão, utilizando o uso de diversos materiais.
Posso considerar que a semana foi de bastantes construções de conhecimentos e aprendizagens para os alunos. É muito satisfatório quando desenvolvemos atividades onde foram proporcionadas interações com os colegas e a professora, sendo gratificante trabalhar com as crianças nossa cultura e tradições.

QUARTA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Na quarta semana de Estágio Supervisionado na Educação Infantil foi trabalhado o sub-tema “Com a Arte vou aprendendo sobre meu cotidiano”, pois cada criança possui inúmeras maneiras de perceber o mundo a sua volta e é por meio das diferentes linguagens que a Arte proporciona que a criança expressa seu cotidiano.


A arte da criança, desde cedo, sofre influência da cultura, seja por meio de materiais e suportes com que faz seus trabalhos, seja pelas imagens e atos de produção artística que observa na TV, em revistas, em gibis, rótulos, estampas, obras de arte, trabalhos artísticos de outras crianças etc.(RCNEI, 1998, p.81).

As atividades desenvolvidas no decorrer da semana permitiram às crianças estabelecerem e ampliarem as relações sociais, desenvolvendo a capacidade de atenção e concentração, aprimorando a linguagem oral, a musicalidade e a criatividade.
Para tanto, sentiu-se a necessidade de se trabalhar nesta semana com questões ligadas ao cotidiano, para que as crianças tivessem uma noção dos elementos que fazem parte de sua realidade, tema inserido através de história contada, dramatizações e construção de painel com o título “Meu Mundinho”.
Com as Artes a criança inicia sua leitura do mundo, através do desenho, da música, da dramatização, etc, expressando-se de variadas formas. Ela atiça e constrói uma nova visão, tornando assim o ensino mais envolvente e atrativo, proporcionando o desenvolvimento das habilidades necessárias para o processo de ensino aprendizagem.
Nesta semana senti um envolvimento maior com as crianças, talvez seja pelo tempo que já estávamos juntos, percebi que algumas crianças já seguravam melhor o pincel para pintar, não se sujavam tanto, não que se sujar fosse ruim, mas referindo-se em se ter mais destreza com a pintura, também sinto cada vez mais envolvida e fascinada por este universo infantil e este sentimento as crianças também percebem, aumentando assim a interação entre ambos.

QUINTA SEMANA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Na quinta e última semana de Estágio Supervisionado na Educação Infantil, foi trabalhado o sub-tema “A obra de Romero Brito colorindo meu mundo, pois a releitura da obra de Romero Brito foi escolhida pela sua alegria expressada através das cores e formas que compõem a sua obra, Identificando e explorando os elementos que fazem parte de seu entorno, podendo expressá-lo de forma artística.
A Arte como parte do currículo escolar, para Reverbel (1997), desempenha um papel extremamente vital na educação das crianças. Quando a criança desenha, faz uma escultura ou dramatiza uma situação, transmite com isso uma parte de si mesma: nos mostra como sente, como pensa e como vê, sendo considerado um enorme prazer expressar os próprios sentimentos e emoções através da Arte, este tipo de expressão estimula a autoconfiança e proporciona uma base para níveis mais avançados da Arte.
As atividades desenvolvidas ao longo destas cinco semanas possibilitaram aos alunos ampliarem o gosto pela Arte, explorarem texturas e cores, trabalharem a coordenação motora fina e ampla, desenvolverem a oralidade. Desse modo, as atividades propostas foram realizadas com satisfação. As crianças relacionaram e utilizaram elementos internalizados de seu cotidiano com elementos das obras apresentadas.
No decorrer das cinco semanas de Estágio Supervisionado na Educação Infantil, percebi que os alunos ultrapassaram minhas expectativas, pois as atividades onde as Artes estavam presentes proporcionaram a criticidade, estimulando o desenvolvimento da criança e interagindo de forma lúdica e espontânea em seu cotidiano, considerando assim que as atividades propostas foram realizadas com êxito, alcançando os objetivos propostos.

Nós, educadores precisamos cultivar e manter esse processo ativo e estimular a criatividade, a observação e o senso crítico para que as crianças possam ter um olhar amplo e uma visão complexa do mundo que as rodeia.

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ANOS INICIAIS

                                                                                                                                                                                                                                                                                                              Temática do Estágio:

Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população.
Objetivo Geral do Estágio:

Possibilitar ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
Sub-tema da semana:

Onde está localizado meu município e meu bairro.
Justificativa:

Possibilitar aos alunos reconhecerem através de mapas a localização do município dentro do contexto nacional e estadual, localizar seu bairro dentro do município e situar sua casa dentro de seu bairro.
Objetivos:
  • Ampliar e integrar a linguagem das crianças em contextos comunicativos;
  • Desenvolver atividades onde a linguagem cartográfica esteja inserida;
  • Conhecer a localização do município dentro do contexto estadual e nacional;
  • Conhecer a localização do município dentro do contexto municipal,
  • Estimular o uso correto do vocabulário através de exercícios de leituras e interpretação de textos;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais;
  • Desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando diversas linguagens artísticas, como do desenho, da pintura, da colagem, das músicas, da literatura, dos jogos teatrais e da construção,
  • Trabalhar a coordenação motora ampla e fina;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Compreender a importância da família em nossa vida;
  • Explorar o espaço físico de onde mora;
  • Desenvolver atos e atitudes de cuidados e respeito a si mesmo e ao próximo;
  • Desenvolver atitudes de respeito em relação à diversidade;
  • Proporcionar situações de aprendizagens a partir de produções textuais.
Áreas do Conhecimento e Conteúdos

Língua Portuguesa
  • Utilizar a linguagem para expressar sentimentos, experiências e ideias, acolhendo, interpretando e considerando os das outras pessoas e respeitando os diferentes modos de pensar;
  • Realizar leituras e interpretação de textos;
  • Realizar atividades de ortografia
  • Produzir textos (redação) a partir de temas propostos;
  • Promover o conhecimento da estrutura do dicionário, relembrando a organização em ordem alfabética e utilizá-lo como recurso para encontrar o significado de palavras;

Matemática
  • Realizar problemas envolvendo as quatro operações;
  • Efetuar operações matemáticas envolvendo as quatro operações.

Ciências
  • Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis à saúde, em relação à alimentação e a higiene pessoal, desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
História/Geografia
  • Desenvolver atividades onde a linguagem cartográfica esteja inserida;
  • Conhecer a localização do município dentro do contexto estadual e nacional;
  • Conhecer a localização do município dentro do contexto municipal;
  • Reconhecer os aspectos relevantes do bairro onde moram.

Ensino Religioso
  • Compreender a importância da construção de valores, como: respeitar a si mesmo e ao próximo, solidariedade, compaixão, entre outros.

Educação Física
  • Realizar movimentos de coordenação motora ampla e fina;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Explorar o esquema corporal;

Artes
  • Expressar e comunicar articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão;
  • Possibilitar o uso de diversos tipos de materiais a fim de desenvolver a criatividade, a imaginação e a coordenação motora;
  • Aprimorar a linguagem oral e a musicalidade.


Segunda Semana: de15/ 10/ 2012 a 19/ 10/ 2012
Temática do Estágio:
Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população.
Objetivo Geral do Estágio:
Possibilitar ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
Sub-tema da semana:

Os pontos turísticos e sua história.
Justificativa:

O conhecimento da história de um lugar desperta no indivíduo o sentimento de valorização, proporcionando aos alunos acesso à história dos pontos turísticos de nosso município.
Objetivos:

  • Ampliar e integrar a linguagem das crianças em contextos comunicativos;
  • Conhecer a história dos pontos turísticos;
  • Estimular o uso correto do vocabulário através de exercícios de leituras e interpretação de textos;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais;
  • Desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando diversas linguagens artísticas, como do desenho, da pintura, da colagem, das músicas, da literatura, dos jogos teatrais e da construção,
  • Trabalhar a coordenação motora ampla e fina;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Compreender a importância da família em nossa vida;
  • Desenvolver atos e atitudes de cuidados e respeito a si mesmo e ao próximo;
  • Desenvolver atitudes de respeito em relação à diversidade;
  • Proporcionar situações de aprendizagens a partir de produções textuais.
Áreas do Conhecimento e Conteúdos
Linguagem Oral e Escrita
·        Utilizar os conhecimentos adquiridos por meio da prática de reflexão sobre a língua para expandirem as possibilidades de uso da linguagem e a capacidade de análise crítica;
·       Proporcionar a percepção da função do parágrafo;
  • Realizar leituras e interpretação de textos;
  • Promover o conhecimento da estrutura do dicionário, relembrando a organização em ordem alfabética e utilizá-lo como recurso para encontrar o significado de palavras;

Matemática
  • Efetuar operações matemáticas envolvendo multiplicação por dois números;
  • Realizar problemas envolvendo as quatro operações.

História e Geografia
  • Conhecer os aspectos turísticos e históricos do nosso município;
  • Reconhecer os pontos turísticos e sua origem.

Ensino Religioso
  • Compreender a importância da construção de valores, como: respeitar a si mesmo e ao próximo, solidariedade, compaixão, entre outros.
Artes
  • Expressar e comunicar articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão;
  • Possibilitar o uso de diversos tipos de materiais a fim de desenvolver a criatividade, a imaginação e a coordenação motora;
  • Aprimorar a linguagem oral e a musicalidade.
Educação Física
  • Realizar movimentos de coordenação motora ampla e fina;
  • Explorar o esquema corporal;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites

Ciências
  • Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis à saúde, em relação à alimentação e a higiene pessoal, desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita.
  • Observar e explorar os elementos da natureza;

Terceira Semana: de 22/ 10/ 2012 a  26/ 10/ 2012
Temática do Estágio:
Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população.
Objetivo Geral do Estágio:
Possibilitar ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
Sub-tema da semana:
Como vivemos em nosso município.
Justificativa:
Conhecer os principais alimentos produzidos e consumidos em nosso município, bem como as preferências dos alunos.
Objetivos:

  • Ampliar e integrar a linguagem das crianças em contextos comunicativos;
  • Identificar o modo de vida dos habitantes do município;
  • Conhecer os alimentos mais produzidos no município;
  • Estimular o uso correto do vocabulário através de exercícios de leituras e interpretação de textos;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais;
  • Desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando diversas linguagens artísticas, como do desenho, da pintura, da colagem, das músicas, da literatura, dos jogos teatrais e da construção,
  • Trabalhar a coordenação motora ampla e fina;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Compreender a importância da família em nossa vida;
  • Desenvolver atos e atitudes de cuidados e respeito a si mesmo e ao próximo;
  • Desenvolver atitudes de respeito em relação à diversidade;
Proporcionar situações de aprendizagens a partir de produções textuais.
Áreas do Conhecimento e Conteúdos
Linguagem Oral e Escrita
  • Valorizar a leitura como fonte de informação;
  • Realizar leituras e interpretação de textos;
  • Promover o conhecimento da estrutura do dicionário, relembrando a organização em ordem alfabética e utilizá-lo como recurso para encontrar o significado de palavras;
  • Diferenciar os fonemas P / T, F / V e V /B

Matemática
  • Realizar problemas envolvendo as quatro operações;
  • Efetuar operações matemáticas envolvendo as quatro operações.

História e Geografia
  • Identificar o modo de vida dos habitantes do município;
  • Conhecer os alimentos mais produzidos no município;
Ensino Religioso
  • Compreender a importância da construção de valores, como: respeitar a si mesmo e ao próximo, solidariedade, compaixão, entre outros.
Artes
  • Expressar e comunicar articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão;
  • Possibilitar o uso de diversos tipos de materiais a fim de desenvolver a criatividade, a imaginação e a coordenação motora;
  • Aprimorar a linguagem oral e a musicalidade.
Educação Física
  • Realizar movimentos de coordenação motora ampla e fina;
  • Explorar o esquema corporal;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites

Ciências
  • Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis à saúde, em relação à alimentação e a higiene pessoal, desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita.
  • Observar e explorar os elementos da natureza;


Quarta Semana: de 29/ 10/ 2012 a 02/ 11/ 2012
Temática do Estágio:
Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população.
Objetivo Geral do Estágio:
Possibilitar ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
Sub-tema da semana:

Conhecendo o modo de vida em nosso município.
Justificativa:

Promover aos alunos conhecer o modo de vida da população, seu comércio, lugares que mais freqüentam.
Objetivos:

  • Ampliar e integrar a linguagem das crianças em contextos comunicativos;
  • Estimular o uso correto do vocabulário através de exercícios de leituras e interpretação de textos;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais;
  • Desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando diversas linguagens artísticas, como do desenho, da pintura, da colagem, das músicas, da literatura, dos jogos teatrais e da construção,
  • Trabalhar a coordenação motora ampla e fina;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Compreender a importância da família em nossa vida;
  • Desenvolver atos e atitudes de cuidados e respeito a si mesmo e ao próximo;
  • Desenvolver atitudes de respeito em relação à diversidade;
  • Proporcionar situações de aprendizagens a partir de produções textuais.
Áreas do Conhecimento e Conteúdos

Linguagem Oral e Escrita
  • Realizar leituras e interpretação de textos;
  • Promover o conhecimento da estrutura do dicionário, relembrando a organização em ordem alfabética e utilizá-lo como recurso para encontrar o significado de palavras;
  • Produzir textos (redação) a partir de temas propostos;
  • Estimular a leitura e a compreensão de textos, desenvolvendo as habilidades de identificação e seleção de informações;
  • Reconhecer palavras com LH.

Matemática
  • Possibilitar o cálculo de medidas de comprimento (metro e centímetro);
  • Realizar problemas envolvendo o cálculo de medidas de comprimento (metro e centímetro).

História e Geografia
  • Conhecer os aspectos turísticos e históricos do nosso município.

Ensino Religioso
  • Compreender a importância da construção de valores, como: respeitar a si mesmo e ao próximo, solidariedade, compaixão, entre outros.

Artes
  • Expressar e comunicar articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão;
  • Possibilitar o uso de diversos tipos de materiais a fim de desenvolver a criatividade, a imaginação e a coordenação motora;
  • Aprimorar a linguagem oral e a musicalidade.
Educação Física
  • Realizar movimentos de coordenação motora ampla e fina;
  • Explorar o esquema corporal;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites

Ciências
  • Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis à saúde, em relação à alimentação e a higiene pessoal, desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita.
  • Observar e explorar os elementos da natureza;
Quinta Semana: de 05/ 11/ 2012 a 09/ 11/ 2012
Temática do Estágio:
Conhecendo meu município, seus pontos turísticos e o modo de vida de sua população.
Objetivo Geral do Estágio:
Possibilitar ao educando conhecer a história do município, identificando os pontos turísticos e sua origem, bem como o modo de vida de sua população.
Sub-tema da semana:

Percebendo a minha realidade no meu município.
Justificativa:

Proporcionar ao aluno preservar o meio em que vive e respeitar a diversidade cultural, social e étnica existente no município.
Objetivos:
  • Ampliar e integrar a linguagem das crianças em contextos comunicativos;
  • Identificar traços culturais da imigração de povos de outras culturas do município , seu modo de vida e sua inserção nas atividades sociais e econômicas;
  • Estimular o uso correto do vocabulário através de exercícios de leituras e interpretação de textos;
  • Estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais;
  • Desenvolver atitudes de ajuda e colaboração;
  • Produzir trabalhos de arte, utilizando diversas linguagens artísticas, como do desenho, da pintura, da colagem, das músicas, da literatura, dos jogos teatrais e da construção,
  • Trabalhar a coordenação motora ampla e fina;
  • Reconhecer a importância de uma atitude responsável de cuidado com o meio em que vivemos, evitando desperdício;
  • Perceber os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites;
  • Compreender a importância da família em nossa vida;
  • Desenvolver atos e atitudes de cuidados e respeito a si mesmo e ao próximo;
  • Desenvolver atitudes de respeito em relação à diversidade;
Proporcionar situações de aprendizagens a partir de produções textuais.





Áreas do Conhecimento e Conteúdos































AVALIAÇÃO:

Linguagem Oral e Escrita
  • Promover o conhecimento da estrutura do dicionário, relembrando a organização em ordem alfabética e utilizá-lo como recurso para encontrar o significado de palavras;
  • Realizar leituras e interpretação de textos;
  • Diferenciar sons do R e RR quanto à posição da letra na palavra;
  • Diferenciar sons do S, SS e C quanto à posição da letra na palavra.

Matemática
  • Proporcionar a resolução de cálculo com o nosso sistema monetário, utilizando a adição e a subtração;
  • Possibilitar a resolução de problemas que envolvam o nosso sistema monetário.

História e Geografia
  • Conhecer os aspectos turísticos e históricos do nosso município;
  • Identificar traços culturais da imigração de povos de outras culturas do município (italianos, alemães, poloneses), seu modo de vida e sua inserção nas atividades sociais e econômicas;

Ensino Religioso
  • Compreender a importância da construção de valores, como: respeitar a si mesmo e ao próximo, solidariedade, compaixão, entre outros.

Artes
  • Expressar e comunicar articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão;
  • Possibilitar o uso de diversos tipos de materiais a fim de desenvolver a criatividade, a imaginação e a coordenação motora;
  • Aprimorar a linguagem oral e a musicalidade.
Educação Física
  • Realizar movimentos de coordenação motora ampla e fina;
  • Explorar o esquema corporal;
  • Estabelecer relação entre esporte e lazer;
  • Estabelecer noções de regras coletivas e limites

Ciências
  • Valorizar atitudes e comportamentos favoráveis à saúde, em relação à alimentação e a higiene pessoal, desenvolvendo a responsabilidade no cuidado com o próprio corpo e com os espaços que habita.
  • Observar e explorar os elementos da natureza;

A avaliação das atividades ao longo das cinco semanas será realizada mediante a observação dos alunos perante as atividades propostas, levando em conta o interesse, a participação, as atitudes, análise esta que será registrada em meu livro diário, considerando as aprendizagens construídas e as dificuldades apresentadas.